porque-investir-em-cultura

Nossa região é conhecida por sua rica tradição cultural e pelo passado marcado pelo apogeu político e econômico. Seu potencial artístico e cultural foi motivo de orgulho para antigas gerações e é um contínuo incentivo às gerações futuras.  Músicos, poetas, atores e artistas de várias linguagens desenvolveram seus trabalhos nessa região que tem uma história de riqueza patrimonial e de talentos humanos voltados para as manifestações artísticas. No entanto, hoje, o fazer artístico tem suas características modificadas por mudanças socioeconômicas que lhe imprimem uma nova dimensão, abrindo novos caminhos a serem percorridos sendo necessário encontrar alternativas sustentáveis de produção, bem como a busca de patrocínio de empresas. Há, no Brasil, duas leis de incentivo que permitem ao investidor privado destinar recursos devidos ao pagamento de impostos federais (IR) e estaduais (ICMS) para incentivar o desenvolvimento local de atividades artísticas e culturais. As empresas, ao apoiarem essas atividades, estão, na realidade, transformando um passivo (imposto devido) em investimento (em marketing, publicidade, valor de marca, programas de responsabilidade social e cidadania corporativa subsidiadas pelo governo). Podendo patrocinar (4% a 6% dos impostos devidos) shows, exposições, cursos de arte, audiovisual, preservação de patrimônio material, imaterial e museus, bem como para dar bolsas de estudo para o mapeamento da herança cultural.

Possibilitando a eficiência e a transparência dos investimentos em cultura e contribuindo de forma eficaz na descentralização do processo decisório ao permitir que as localidades decidam onde investir, além de criar um mercado para que os agentes culturais compitam por investimento, criando incentivos para a melhoria da qualidade dos projetos. Isso reduz a necessidade de grandes estruturas governamentais para avaliar o mérito de cada projeto cultural, uma vez que as empresas têm um incentivo para escolher o melhor projeto para apoiar.

 

Armando Bueno é Tecnólogo em Gestão Pública, Pós Graduando em Comunicação e Marketing. E Pós Graduada em Gestão Cultural.

Leave a Reply